Buried Alive
Buried Alive

Buried Alive:

 

 

Fundados em 1991, os Buried Alive, oriundos de Vila Nova de Gaia, gravam em Março de 1996, nos Rec & Roll Studios, o seu primeiro registo, a promo-tape “ The First Burial “, conseguindo fazer parte em 1997 de uma compilação nacional, a Guardians of Metal.

Em Fevereiro de 1998, depois de uma série de concertos, os Buried Alive dirigem-se novamente ao Rec & Roll Studios para gravarem a promo-tape “ El Niño “, que recebeu excelentes críticas e destaques por parte da imprensa e rádios.

Assim, em Maio, e após ter provocado interesse em diversas editoras, decidem assinar contrato com a Independent Records para a edição de um álbum, editado pela subsidiária Grade, com outro de opção, participando também na compilação internacional “ High Radiation Vol. IV “, da mesma editora.

Desta vez entraram nos Eco Green Studios em Vila Nova de Gaia, durante o mês de Junho, com a prosução a cargo de Ricardo Dias ( Heavenwood ), tendo sido a masterização feita nos Estados Unidos.

O álbum, “ Spoils of War “, viu a luz do dia no início de 1999, tendo a banda arrancado para uma série de concertos com diversas bandas, entre elas os Tarântula, Genocide, os argentinos Jesus Martyr, os americanos Crucible, os brasileiros Dorsal Atlantica e o alemãoes Tankard, entre outras. Participaram também em alguns festivais, como o Carviçais Rock e o Hard Metal Fest de Mangualde.

Em Fevereiro de 2001, os Buried Alive deslocaram-se a Espanha para a gravação do segundo álbum, “ Wellcome to Reality “, gravado nos Casa de Tolos Studios sendo produzido e masterizado por Segundo Grandio.

Após a edição do álbum, os Buried Alive fizeram alguns concertos esporádicos e por motivo profissionais votaram-se a um hiato.

Em 2009, e após alguns projectos paralelos voltam à carga com mais alguns concertos e com a preparação de um EP, o qual se desenvolveu para um álbum, “ Exploding Ashes “, gravado nos Metalpoint Sudios, sendo produzido, misturado e masterizado pelo Hugo Almeida ( baterista ) nos mesmos estúdios, editado em Novembro de 2015, pela Firecum Records / NBQ Records, e distribuição da NNP Distribition.

topo