Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico
Blame Zeus
Blame Zeus

Os Blame Zeus são uma banda de originais, de Vila Nova de Gaia, que se iniciou em dezembro de 2010. Com influências que vão desde Blues a Metal, Rock Progressivo e Alternativo, a sua música é difícil de catalogar num estilo só.
A sua formação inicial era constituída por Sandra Oliveira na voz, Ricardo Silveira na bateria, Luís Carvalho na guitarra e Diogo Vidinha no baixo, que se juntaram com o objectivo de criar música inovadora, de excelência e que, acima de tudo lhes desse prazer tocar e cantar.
Inspirados pela old school do Rock e Metal, mas focados em fazer algo novo, conjugam melodias ricas com letras interessantes, criam ambientes intímos com o som forte do Rock, combinam o som distorcido da guitarra com o tom cru da voz.
O ano de 2011 foi dedicado exclusivamente à criação de novos temas, originais, e à construção da identidade da banda. Por questões pessoais e profissionais, Luís Carvalho deixou os Blame Zeus em dezembro de 2012, fechando um ciclo de 2 anos, e entrou André Ribeiro. Conhecido já de colaborações anteriores com Sandra e Ricardo, o ex-membro dos Oblique Rain assumiu o seu lugar como guitarrista da banda.
Em apenas 3 meses, com trabalho intensivo, em Março de 2013 os Blame Zeus começam a actuar ao vivo. Dão concertos no Metalpoint; na Concentração do Clube Motard Campense, em Santo Tirso; e participam em concursos de bandas em Matosinhos, Amarante, Famalicão, entre outros, sempre com o objectivo de promover a banda e levar a sua música ao maior número de pessoas possível. Todo este processo foi acompanhado também pelo técnico de som e músico Rui Barreiros, que contribuiu largamente para a qualidade de som da banda ao vivo.
Entretanto, surge a necessidade de procurar um segundo guitarrista ou um teclista, alguém que permitisse expandir horizontes criativos, e explorar outras possibilidades, além de tornar as músicas já existentes sonoramente mais completas numa situação ao vivo. Em setembro de 2013 receberam para essa posição Vítor Braga. Continuaram a tocar ao vivo até dezembro, fechando o ano de 2013 como opening act para Kandia no Hard Club.
Em fevereiro de 2014 começaram a gravar o seu primeiro álbum IDENTITY no Raising Legends Studio, com o produtor André Matos. Em abril os seus fãs ajudaram a financiar o álbum através de uma bem-sucedida campanha de crowd funding. Em julho assinaram com a editora Raising Legends Records. O primeiro single, “Accept”, viu a luz do dia a 3 de agosto, através de um lyric video.
No dia 1 de Setembro de 2014 lançaram oficialmente IDENTITY, apresentando-o ao vivo a 7 de novembro no Hard Club. Em novembro e dezembro de 2014 acompanharam os R.A.M.P. na sua tourné por Portugal, tocando em locais como o RCA em Lisboa, o Bafo de Baco em Loulé e o Plano B no Porto, entre outros. Em março de 2015 lançam o seu primeiro videoclip oficial para o seu segundo single, "The Apprentice".
Em novembro de 2015 Diogo Vidinha sai da banda, dando lugar a Manuel Bernardo no baixo. Em março de 2016 participam na festa de lançamento do quinto álbum de Heavenwood, no Hard Club (sala 1). Este veio a ser o último concerto desta formação que, por divergências de objectivos e disponibilidades, decidiu separar-se.
No presente momento, Sandra e Ricardo estão já a compor o segundo álbum com uma nova formação.